newryo

Consultor-Coach de Desenvolvimento Pessoal. Interessado em novos paradigmas sociais, espiritualidade, empreendedorismo e em formas de mudar o mundo.

Aprender melhor

Como desenhar em 30 dias – dias 2 a 7

Dia 2 Quarta – 26/11/2014 – Overhand e Gesture Drawing

Como os resultados do dia anterior haviam sido péssimos, comecei a pesquisar mais sobre Gesture Drawing. Percebi que grande parte dos artistas que eu gostava tinham boa parte de sua técnica desenvolvida graças a este exercício.

Exercício 01: Aquecimento com Overhand e Underhand Grip

overhand

Para tentar melhorar meu traçado, decidi utilizar grips mais soltos.

O Overhand é ideal para utilizar o ombro e dá mais liberdade na angulação do lápis com o papel. Com ele, é possível fazer tanto uma linha fina quanto grossa, sendo a pegada ideal para o desenho. Ainda assim, por questões motoras, não me acostumei tão bem com ela e não consegui aplicá-la muito melhor do que o tripod. Para saber mais, eu indico este vídeo.

O Underhand é uma pegada também bem solta, mas a sua característica é ser mais leve que a Overhand. Da mesma forma, também senti grandes dificuldades para aplicá-la numa situação real.

Exercício 02: Mais Gesture Poses

Agora com os novos grips e idealizando menos linhas, tentei fazer gestures melhores. Pesquisei um pouco mais sobre o assunto e encontrei dicas interessantes:

Os 7 L’s do Gesture Drawing (vídeo)

1. Draw Loosely – Desenhe de forma solta e despreocupada. É essencial deixar os traços fluírem naturalmente.
2. Draw Lightly – Desenhe de forma leve. Isto não significa que os traços devem sair fracos, mas sim que a pressão sobre o lápis e o papel deve ser equilibrada para que o traço flua sobre o papel sem travar.
3. Draw Lines of Action – Linhas de ação representam a ideia principal de movimento da figura. É importante que haja uma dose de exagero para reforçar esta ideia e dar uma ideia de movimento.
4. Draw Lines of Rhythm – Parecido com as linhas de ação, as linhas de ritmo representam as ideias rítmicas da forma. Uma linha em “S” representa relaxamento e fluidez. Uma linha em formato curvilíneo “C” representa um relaxamento um pouco menor. Uma linha reta representa algo rígido.
5. Draw Large – Desenhe grande, ou então os detalhes ficarão pequenos e difíceis de serem trabalhados. Desenhos grandes implicam em menos informação por cm² e tornam as imagens melhores. Faça formas grandes ao invés de visualizar pequenas formas que compõe a imagem.
6. Draw Long – Traços longos indicam ideias mais sólidas de movimento e ritmo. Quando fazemos traços curtos, aumentamos a complexidade de forma desnecessária.
7. Draw Lively – Gesture Drawings é sobre movimentos e emoções. Faça os traços que comuniquem as essências da vida da imagem.

7ls

Embora tenha entendido os conceitos, ainda falta treinar mecanicamente e absorver cinesteticamente as ideias. É possível ver que tentei utilizar menos linhas, mas o espírito das coisas ainda não estavam nada ok. Nem um pouco.

Resolvi estudar um pouco mais e achei estes vídeos do Proko os melhores.

Exercício 03 – Copiar um artista

Escolhi One Piece pelo gosto pessoal, por nunca ter desenhado, pela facilidade e para testar minhas novas habilidades no tracejado.
Terminei o desenho em cerca de 15 minutos. Achei o resultado bom!

dia02

—————————————–

Dia 3 Quinta- 27/11/2014 – Apontar o lápis e Overhand!

Ao estudar mais sobre o Overhand, percebi que meus lápis não estavam apontados da forma correta. Quando eu os angulava, o traço não saia grosso, assim como a maciez do grafite não era bem aproveitada. Então lá vamos nós aprender a apontar um lápis:

Para o aquecimento, comecei duas novas possibilidades:

1. Fazer o formato de 8 diversas vezes sobre o papel ou curvas aleatórias. Ótimo para soltar os ombros!
2. Fazer dois pontos distantes na folha e tentar ligá-los com apenas um traço. Embora ainda tenha problemas com o overhand, este grip se mostrou o melhor para esse tipo de exercício.

Depois de aquecer, chegou a hora de treinar um pouco mais de gesture drawing. Acredito que seja importante fazer isso por pelo menos uma semana!

03

Dia 4 Sexta – 28/11/2014 – exercícios

Novamente, aquecimento e gesture drawing.

Uma coisa que percebi nessas imagens é a falta de exagero e da utilização de somente três tipos de linhas: CSI. Linhas que não tenham formato de alguma destas três letras não são muito desejadas no gesture.

04

—————————————-

Dias 5 e 6 – 29 e 30/11/2014 – Não houve treino

—————————————-

Dia 7 – 01/12/2014 – Estudo anatômico de Torso

Percebi que parte das minhas falhas desenhando as imagens se deve ao fato de não saber bem as formas do corpo. Os braços e pernas sempre saem tortos. Eu nunca sei como desenhar bem o torso, pois não conheço as partes principais e formatos que indiquem um torso.

Torso masculino

male_torso

Da cabeça ao fim da pélvis, temos a altura de 4 cabeças:

1. A cabeça.
2. Pescoço (1/3) e início da caixa torácica.
3. Um pouco mais do peitoral até o fim da caixa torácica.
4. Pélvis.

O pescoço possui uma largura média da cabeça. Seus músculos nunca formam um ângulo reto. As curvas e ângulos são sempre suavizadas.

A largura do corpo média é de três cabeças. Logo nos ombros, a clavícula é um osso muito ressaltado e em formato de guidão, indicando a altura e largura dos ombros. O músculo que fica entre ombros e braços são os Deltoides, ficando dando continuação aos músculos peitorais, mas com fibras na direção do braço.

O peitoral possui fibras horizontais, com uma pequena vala entre os dois peitorais. É importante notar que o músculo lateral das costas fica além das costelas. É comum alguns desenhistas desenharem ossos da costela nestes músculos, ignorando o formato e posicionamento da caixa torácica. A caixa, por sua vez possui uma altura de aproximadamente 5/6 cabeças, indo alargando conforme desce o corpo. Em pessoas com pouca gordura, apenas as últimas três ou quatro costelas ficam aparentes. Os músculos abdominais visíveis (6-pack) costumam ficar quatro acima do umbigo e dois abaixo.

É importante compreender o corpo como modelo 3d, reconhecendo quais partes fazem parte da lateral do corpo, quais músculos se alongam ou se contraem em algumas posições, assim como quais áreas se alteram de acordo com o desenvolvimento muscular da pessoa.

Torso Feminino

female_torso

Diferente do corpo masculino, o corpo feminino é um pouco mais estreito, tendo a largura de 2 a 2,5 cabeças.

A disposição e altura dos elementos do torso são os mesmos do corpo masculino, com a diferença principal na largura e nas curvas do corpo. Enquanto o tórax e o quadril masculino possuem a mesma largura, o quadril feminino é um pouco mais largo que a caixa torácica. Os deltoides e músculos laterais das costas também são menores e menos desenvolvidos que os masculinos.

Uma técnica interessante aprendida paralelamente é a de desenho de braços e pernas fazendo apenas o contorno dos músculos ressaltados. Os traços se assemelham a um raio.

Vídeos e posts referência:

– Como começar um desenho
– Como desenhar um torso masculino
– Proporções de uma mulher adulta
5 dicas para desenhar o torso

Agora é com você

Complemente o assunto com a sua mensagem:

Compartilhar
Twittar
Pin
2 Compart.